quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Texto para a turma de ADM.

Why are you studying English?
Por que você está estudando inglês?
Michael A. Jacobs
Já virou “papo maçante” essa história de que o inglês é fundamental. Contudo, essa é de fato a realidade que nos cerca há muito tempo, e que se acentua cada vez mais devido à globalização. Até para paquerar via internet ter o mínimo de familiaridade com o idioma é necessário.

O estudante deve encarar o aprendizado de idiomas como um dos pilares de sua formação, visando seu melhor desempenho profissional e pessoal. Não dá para levar as aulas de inglês como uma atividade secundária; elas devem ser prioridades para quem quer se dar bem, seja qual for a carreira a seguir.

[...] Dei aulas para vários executivos de uma multinacional, ainda pequena aqui no Brasil, durante um bom tempo. Alguns alunos eram muito aplicados, outros nem tanto. (Será coincidência o fato de que os mais esforçados progrediram e os demais estacionaram? Claro que não.).

[...] Sei que não é fácil arranjar tempo para estudar. Porém, se o aluno não colocar isso como uma prioridade em sua vida, nada acontece. Quando alguém me diz não ter tempo para estudar, retruco: não é que falta tempo, o que falta é prioridade.

[...] Sem inglês, o profissional brasileiro encontra maiores dificuldades para crescer na carreira. Os que o dominam, ao contrário, podem progredir. Veja bem, “podem”. Não é uma garantia, porque o Inglês, por si só, não vai suprir a formação básica e fundamental que todo o indivíduo precisa ter em outras áreas de conhecimento. Resumindo: sem inglês é difícil progredir em qualquer campo, com inglês torna-se mais fácil, porém é fundamental ter e desenvolver outros talentos.

Fonte: “Como não aprender inglês – erros comuns do aluno brasileiro, volume II”, de Michael A. Jacobs http://www.submarino.com.br/produto/1/96086/?franq=134562. Fonte da imagem de fundo da charge: salvador-tur
***
Após refletir sobre o texto de Michael Jacobs, deixe sua opinião:

1. Além das aulas de inglês no colégio, o que mais você está fazendo em relação ao aprendizado da língua inglesa?

2. “Quando alguém me diz não ter tempo para estudar, retruco: não é que falta tempo, o que falta é prioridade”. Comente esta afirmação do autor.

3. Como você avalia até aqui o seu aprendizado em inglês?
Digite suas respostas clicando em "comentário" logo abaixo.

10 comentários:

Anônimo disse...

nada.
correto. O que falta na realidade não é tempo e sim interesse da minha parte.

Estou pouco a pouco aprendendo e feliz por está falando algumas coisas em ingles.

ANA maria turma C

day disse...

1. Além das aulas de inglês no colégio, o que mais você está fazendo em relação ao aprendizado da língua inglesa?

R: Na verdadee nada professor!

2. “Quando alguém me diz não ter tempo para estudar, retruco: não é que falta tempo, o que falta é prioridade”. Comente esta afirmação do autor.

R: Eu acho qui é a mais pura verdade no meu caso msm o que falta e prioridade rempo eu tenho o que eu preciso mesmo e da prioridade para as aulas do senhor e eu vou ter!

3. Como você avalia até aqui o seu aprendizado em inglês?

R: eu naun acho nen bom nen ruim, o que eu preciso mesmo e mim orgarnisar por que eu sei se eu mim esforça um pouco mais eu vow longe!

Severino Lopes disse...

1)Eu estou muito empolgado com as aulas no colégio e em casa tenho me esforçado bastante.

2)Realmente todo tempo é valioso para estudar o autor chama a atenção para não perder tempo e oportunidade.

3)O aprendizado é muito bom pela dinamica do professor jaime, as suas aulas de inglês é muito boa, pelo seu método de ensino aonde nos estimula ter interesse pelas suas aulas. Muito obrigado professor Jaime. Turma C. Curso ADM.

JORGE TRINDADE disse...

1 tenho procurado ouvir musicas no indioma
2 Em parte concorgo,porem enbora tenho me enteressado pelo inglês, as tarefas que temos das demais diciplinas nos inibe de termos uma maior dedicação.
3 Tenho aprendido muito, mas tenho encontrado algumas dificudades que aos pocos tenho superado por ex: A pronunciade do inglês falado.

TURMA C ADM

Prof. Jaime disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Prof. Jaime disse...

Ana, fico satisfeito em ajudá-la este aprendizado, continue firme.

Day, estou bastante orgulhoso com a sua evolução nas aulas. Tenha certeza de que todo esse esforço se refletirá não apenas na língua inglesa, mas também para a vida.

Severino, eu é que agradeço suas palavras e sua dedicação na sala sala de aula. Os alunos também motivam os professores - e você é um dos que motivam.

Jorge, há muitas tarefas, sem dúvida...mas o autor chama a atenção para a gerência e organização do tempo - e o tempo é a " mercadoria" mais cara que temos hoje. Tente deixar um tempinho, nem que sejam 5 minutos, para evoluir e "mergulhar" na língua inglesa. Filmes e músicas são ótimos...e se você tem acesso à internet há um mundo de possibilidades.

gerson leal disse...

ola meu quewrido professor de ingles,alem das aulas de igles em sala de aula,eu tenho buscado acompanha reportagens em ingles pra ver o que eu ja consigo entender,confesso que nao é facil mas dar pra disernir algumas coisas,e quando alguem diz nao tem tempo,ele na verdade nao saber o que esta perdendo,eu mim avalio um aluno prestativo nas aulas de ingles e que estou com fome de aprender essa ligua que é de grande valia no interior,abraços de seu aluno gerson leal

Priscila Andrade (priscila@bab.la) disse...

Caro professor Jaime,

Sou Priscila Andrade e trabalho para a empresa bab.la (http://bab.la), um portal linguístico com sede na Alemanha. O bab.la é interativo e oferece gratuitamente dicionários em 15 idiomas.

O portal é uma ferramenta útil e interessante para professores e alunos de idiomas. Além de buscar por palavras nos dicionários, os usuários podem sugerir novas palavras e editar outras já sugeridas. Em caso de dúvidas, basta usar o fórum de perguntas.

A seção de testes traz quizzes em diferentes idiomas e em diversas categorias: gramática, vocabulário, filmes e música, história e cultura, esportes, diversão, etc. Ela também é interativa: você professor pode criar quizzes para seus alunos gratuitamente.

O bab.la oferece ainda Exercícios de Vocabulário que permitem ao usuário praticar o idioma selecionado com lições já criadas ou criar as suas próprias lições.
Um produto novo do bab.la, também e gratuito, é o Guia de Frases (http://pt.bab.la/frases/). Ele está disponível em 14 idiomas e contém milhares de traduções de frases e expressões comuns divididas em quatro categorias: acadêmico, negócios, pessoal e inscrição. É possível combinar o Português com qualquer um dos 13 idiomas restantes, inclusive japonês, chinês e hindi. Se puder, por favor visite a página e me envie um feedback.
Gostaríamos de saber a opinião dos usuários sobre o Guia.

Atenciosamente,
Priscila Andrade

Cláudio Vasconcellos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cláudio Vasconcellos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.